segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Balanço das Metas Literária de 2017


Olá pessoal! Tudo bem com vocês? Hoje venho finalmente trazer um balanço da minhas leituras do ano passado, e as metas para este ano.



Metas literárias de 2017: Cumpri todas!!!

- Ler 48 livros durante o ano
- Ler 5 livros pendentes de 2016
- Ler 5 livros de autores nacionais
- Ler 8 continuações de livros


Balanço do final de ano:

- Li 60 livros durante 2017
- Li 4 livros pendestes de leitura desde 2016
- Li 29 livros de autores nacionais
- Li 12 continuações de sagas/séries, duologias e trilogias


Planejamento de leitura de séries:

- Li a Mediadora de Meg Cabot, os seis livros, pois o sétimo é um extra série.
Nesta categoria flopei bonito.


Alguns dos livros que mais gostei?


 






Com base nestes resultados montei a metas para este ano, vamos a ela:

Metas literárias para 2018:

- Ler 70 livros durante o ano
- Ler 7 livros começados (do ano de 2016 e 2017)
- Ler 15 continuações de livros
- Ler 3 Sagas/Séries
- Ler 3 Duologias
- Ler 5 Trilogias
- Ler 10 Livros únicos

Saindo da minha zona de conforto, ou seja, ler livros de gêneros que não leio, ou leio pouco

Ler um livro de cada gênero: Terror, Thriller Psicológico, Romance de Época e Biografia


Este ano comecei fazendo diferente, não tenho feito uma lista de leitura mensal, assim evito de acumular mais livros sem ler. Estou me focando na meta mensal, e com liberdade total de escolha dos livros.
Só quero ver no que vai dar, pois em algumas categorias fui ambiciosa.

Vou ficando por aqui.


Bjos,
Mony







quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Esmaltei com...1700 Poisonberry da Sinful Colors

Olá! Tudo bem com vocês? Espero que sim. 
O mês prestes a acabar, e olha quem resolveu dar as caras por aqui...

Neste recomeço, vou começar mostrando uma das poucas esmaltações que fiz neste período de fim de ano. Fiquei bastante tempo sem esmaltar, minhas unhas andavam quebrando horrores, e descobri por acaso, num exame de sangue, que a minha vitamina D estava muito baixa, então entrei no remédio. Em um mês, tomando uma dose cavalar consegui normalizar. Um dos problemas é que não pego sol, mas felizmente tá tudo Ok.

Mas vamos ao esmalte:

O bonitinho da vez é o Poisonberry, um rosa fechado da Sinful. O distinto é cremoso, e tranquilo para esmaltar, duas camadas são mais do que o suficiente, ainda dei uma passadinha do glitter Imagine da Sadok, um belíssimo tom de magenta, só não é carregado de glitter, então ficou um efeito mais leve, mas gostei assim. Pena que mesmo com o glitter, em três dias as pontinhas já estavam descascando.





Esta foi uma das combinações que fiz neste tempo sumida, O Imagine foi um desencalhe, o coitado já estava há tempos na gaveta, que maldade! Já o Poinsonberry é novinho, comprei numa loja de cosméticos no Shopping Américas lá na Barra da Tijuca.


Meus amores,por hoje é só. Pretendo no próximo post, falar da meta literária de 2017 e da nova para 2018.

Bjoss mil,
Mony

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Mensagem de fim de ano



Olá pessoal! Espero que estejam bem. Estou em pleno recesso no trabalho, foi um período apertado para compensar as horas, mas estes três dias em casa era tudo que eu precisava.
Este ano de 2017 já virou repleto de incertezas e sofrências para mim, no meio dele consegui reformular várias coisas e tornou-se mais tolerável. E com as adaptações as mudanças no trabalho, e a minha ansiedade galopante, não tive como manter o blog atualizado. Quem me acompanha nestes quase sete anos, sabe que este cantinho é muito especial, tanto que tentei várias vezes retornar, mas mesmo sendo importante para mim estar por aqui, nunca deixei que virasse uma obrigação, então as prioridades foram outras.

Mas agora estou me organizando para voltar com tudo no ano que vem. E aproveito para agradecer muito a quem continua por aqui, um grande beijo, contem comigo. Afinal a vida de todos é feita de altos e baixos, e nem nos contos de fadas é tudo as mil maravilhas. 


Beijos,
 e até 2018
Mony

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Lidos em Setembro...

Para variar, depois de um mini sumiço, aqui estou, e trago os livros que li no mês passado, e também os dois melhores, procurando sempre escolher um nacional e um estrangeiro. Em setembro consegui ler cinco livros, gostei de todos eles, com destaque para O Lago Negro e Assombrado. Mas vamos ao que interessa.


Foram eles:




Os melhores do mês:


O Lago Negro - Vol. 01 - Juliana Daglio


Sinopse: Verônica é uma garota problemática marcada por um passado traumático do qual mal se lembra, mas que lhe tirou o direito à total sanidade. Ao se mudar para o interior, depois de passar no vestibular, ela se depara com o local perfeito para se inspirar e, finalmente, transformar seus personagens imaginários em um livro. Lagoana é uma cidade nebulosa, úmida, habitada por almas quietas e pouco amigáveis. Porém, o clima obscuro não despertará somente a criatividade, mas também acordará seus fantasmas mais profundos. Prestes a perder o controle sobre sua trama e sua mente, Verônica conhece um estrangeiro de sorriso cafajeste e olhos azuis e, desconfiada de suas intenções, ela guarda segredo quanto ao seu livro, mas não sabe que Liam também tem os seus. Verônica nem desconfia, mas eles podem ser a chave para os mistérios que a rondaram durante toda sua vida. Assim, o lago negro de sua imaginação será, definitivamente, o estopim para toda sua loucura emergir. O que será que ele esconde no fundo de suas águas escuras? (Fonte: Skoob). 

Páginas: 367 - Fantasia/Romance


O que eu achei:  O Lago Negro tem uma narrativa bem construída, mesclada  entre a realidade e a fantasia, do livro que está sendo escrito pela protagonista, Verônica. A mesma se muda para uma cidade do interior de São Paulo, com um cenário bem misterioso, onde os habitantes não gostam de forasteiros. Num clima de muito suspense, que se mantém pela maior parte do livro, descobertas e revelações vão sendo feitas ao poucos, o que me levou a ficar instigada a ler cada vez mais.
Acho que a sinopse já dá os detalhes importantes sem revelar muito, ao meu ver não há necessidade de ficar aqui enchendo linguiça, ou falando demais e correndo o risco de dar "spoiler", afinal minha intenção é ser sucinta, e deixar com que as descobertas sejam feitas conforme o leitor leia o livro.
Além disso quero super indicar a leitura, e dar os parabéns a Juliana Daglio pela excelente criação. E pedir a gentileza de disponibilizarem a continuação em e-books na Amazon, pois estou louca para ler os demais livros.









Assombrado - Série A Mediadora 05 -  Meg Cabot



Sinopse: Suzannah passou o último verão no Pebble Beach Hotel and Golf Resort. Não, ela não estava hospedada com os ricaços. Em vez disso, tomava conta dos filhos deles. Foi assim que ela conheceu Paul Slater. Suzannah era a babá do irmãozinho dele, Jack, e Paul se encantou por ela. Mas é claro que quando um garoto bonitão se interessa por ela as coisas não podem simplesmente dar certo. Assim como Suzannah, os irmãos Slater são mediadores - eles têm o dom de se comunicar com os mortos. A única diferença é que o pequeno Jack ainda não sabe lidar com isso, enquanto Paul sabe até demais. E se revelou um garoto realmente cruel, deixando Suzannah apavorada. Mas todo esse pesadelo acabou junto com as férias de verão. Ou era o que Suzannah pensava. Ela está de volta às aulas, ansiosa por retomar a rotina, quando ouve uma voz familiar atrás dela. Mais precisamente falando com ela. Paul está de volta a Carmel, e dessa vez para ficar. Ele é o novo - e já popular - aluno da Academia da Missão Junipero Serra. Ele não deixará Suzannah em paz até convencê-la a se encontrar com ele. Em troca ele contaria tudo o que sabe sobre ser um mediador. Como saber mais sobre seu dom é uma grande tentação para Suzannah, mais uma vez ela se verá em meio a grandes apuros. Quem não vai gostar nada disso é Jesse, o fantasma por quem ela é apaixonada - e parece ser correspondida. (Fonte: Google Books) 


Paginas: 240 - Fantasia



O que eu achei: Tenho gostado muito desta série, principalmente da personalidade da protagonista, desde o primeiro livro já notamos que seu jeito de mediadora foge aos padrões esperados, sendo a maneira criativa, e muitas vezes inesperada dela resolver os impasses e imprevistos do seu dia a dia o melhor de tudo. Neste livro, Suze tem que se dividir entre, a proteção de uma pessoa do instinto vingativo de um fantasma, ter jogo de cintura para lidar com a presença constante de Paul, um atraente mediador que é apaixonado por ela, e tem mais conhecimento sobre seus poderes, além de Jesse, seu boy-magia fantasma, que não fica nada satisfeito com o assédio constante de Paul.
Eu terminei o livro com comichões para ler o último da série, e saber com quem nossa heroína ficaria. Adianto que acertei, e achei a solução surpreendente.

 



Por hoje é só! Um super bjo
Mony
😊

domingo, 1 de outubro de 2017

Esmaltando com...Boho Bonnet, Sail Away e Shine

Olá! Tudo bem com vocês? 

Desta vez não foi um simples sumiço, já foi para a categoria de desaparecimento da figura aqui. Realmente o tempo passa, o tempo voa...quando me dei conta, os vinte e três dias úteis de agosto se foram, e setembro então...Mas finalmente resolvi enfrentar as "adversidades" e aparecer por aqui. E já montei um cronograma para o blog e defini ações a serem feitas. Espero dar conta.


Vamos retomar com os esmaltes que já são mais antigos no pedaço.

Hoje mostro uma esmaltação, com três lindos, que fazem parte da minha exorbitante quantidade de esmaltes.

O cremoso Boho Bonnet, da Orly já foi usado em outra oportunidade, e continua ótimo para esmaltar, para a filha única usei o Sail Away, um azul maravilhoso da Milani. E como já é minha marca registrada, coloquei glitter por cima de tudo. Escolhi o Shine da Anita, um glitter transparente multicolorido.


Boho Bonnet - Orly



06A Sail Away - Milani
Shine - Anita



Fico por aqui. Vou tentar não desaparecer, mesmo quando ganhar na Mega Sena sozinha e me mudar para o sul, e viajar para a Austrália. Eu aviso vocês antes.

Bjoss,
Mony
😊

domingo, 13 de agosto de 2017

Lidos em Julho...

Olá! tudo bem com vocês? Hoje venho falar sobre os livros lidos no mês de julho. O mês passado foi bem produtivo, cumpri a minha meta de leitura mensal, e ainda consegui ler um livro a mais. Dentre este livros selecionei os dois melhores, levando em conta, que um deles fosse um livro nacional, vou tentar sempre fazer desta forma, se possível. Prestigiando assim os autores nacionais.


São eles:





Os melhores do mês:


 O Ceifador - Scythe - Vol. 1 - Neal Shusterman


Sinopse:“A humanidade venceu todas as barreiras: fome, doenças, guerras, miséria… Até mesmo a morte. Agora os ceifadores são os únicos que podem pôr fim a uma vida, impedindo que o crescimento populacional vá além do limite e a Terra deixe de comportar a população por toda a eternidade. Citra e Rowan são adolescentes escolhidos como aprendizes de ceifador - um papel que nenhum dos dois quer desempenhar. Para receberem o anel e o manto da Ceifa, os adolescentes precisam dominar a "arte" da coleta, ou seja, precisam aprender a matar. Porém, se falharem em sua missão - ou se a cumplicidade no treinamento se tornar algo mais -, podem colocar a própria vida em risco.”

Páginas: 448 - Distopia




O que eu achei: É um livro diferente de tudo que já li em termos de distopia. Inclusive o formato da história, que mescla uma narrativa atual, com as anotações dos diários de coleta dos ceifadores, tornando assim a leitura bem leve e interessante.

Neste livro temos um mundo futurístico criado pela Nimbo-Cúmulo, uma inteligência artificial que acabou com a fome, as doenças, protegeu o meio ambiente da população e gerou empregos...ou seja, criou uma era utópica, pós era da mortalidade, onde a terapia genética permitia aos indivíduos se restaurarem para melhorar sua aparência, e em casos de morte acidental, havia o centro de revivificação para a cura. Mas com o término da morte, houve um gigantesco crescimento populacional, e para conter este fato, nasceu a Ceifa, regida por suas próprias regras, e composta pelos ceifadores, os humanos mais temidos, afinal são eles que determinam quem morre.

Como o grupo de ceifadores é bem heterogêneo, surgem questões como o abuso de poder, corrupção e bajulação, pois cada ceifador tem seu próprio método de escolha nas coletas e atribuição de imunidades. Com isto é óbvio que a população “puxa o saco” deles com regalias, e etc...Mostrando que nem tudo é perfeito onde há poder.  

Neste cenário, dois adolescentes, Citra e Rowan são escolhidos pelo ceifador Faraday para realizarem um treinamento, e se prepararem para o conclave, onde só um será escolhido para se tornar o próximo ceifador, e o outro retornará para sua vida. Mas claro que as coisas não acontecem conforme o esperado.
 




DangeRock - M.S.Fayes

Sinopse: Eve McGannon lidera a banda “DangeRock” desde adolescente. Sua voz atrai multidões como um ímã, da mesma forma que sua timidez a impede de confessar seu amor eterno por Brandon Conwell, o guitarrista e amigo de infância que sempre esteve ao seu lado, mas sem nunca percebê-la como mulher. Quando a banda recebe uma proposta irrecusável, o grupo unido se  vê imerso em um turbilhão de sucesso absoluto e suas complicações. Isso inclui um astro musical que desperta um poderoso sentimento de ciúmes em Brandon, ao mesmo tempo em que tenta fazer Eve abandonar suas desilusões e ir em busca de novos sonhos. Eles aprenderão que o coração comanda todos os atos dentro e fora do palco. Basta apenas que sigam os sentimentos através das melodias que eles mesmos entoam. 

Páginas: 288 - Romance



O que eu achei: A protagonista Eve, uma garota de gênio forte, é a vocalista da banda DangeRock junto com seus três amigos de anos, e apaixonada por Brandon, o guitarrista, mas esconde este sentimento, sofrendo vendo dia após dia ele se divertindo com outras garotas. A banda começa a ter uma maior projeção quando, Mitchell Clay, roqueiro e astro da FunBock, convida o grupo para abir os shows de sua próxima turnê. Onde começa a fazer um dueto musical com Eve, que passa a mostrar outro lado dela, mais sensual, levando Mitchell a se interessar por ela.

Podia ser simplesmente um romance com uma banda de rock, mas a autora aborda temas como drogas, bebidas, as facilidades adquiridas com a fama, falta de privacidade, agressão física, perseguição de fã, e claro nos mostra uma grande amizade entre os membros da banda, que cresce com eles, se mantém e solidifica, mesmo com o sucesso.



Bjos,

Mony

😊

 

 

 


quarta-feira, 26 de julho de 2017

Esmaltei com...Violet & Havaí

Oi pessoal! tudo bem? Para variar eu e meus sumiços...sempre devido ao cansaço, que tem me vencido direto, mas vamos tentando...um dia regularizo as posts.


Nesta esmaltação usei o Violet da coleção Evolution Híbrido da DNA Italy, passei duas camadas para fechar neste tom, o esmalte é bem consistente e devido a isto demora mais para secar. Segundo a marca," o esmalte tem efeito gel, possui durabilidade prolongada e brilho lacado por mais tempo."


Minha opinião:


Teve uma duração de uns quatro dias sem lascar, o brilho para mim foi fraco, precisei de top coat. O fato da demora na secagem, por ele ser mais encorpado, para mim que normalmente esmalto a noite é um problema, pois há uma grande chance de rolar uma nail art de fronha. Outro detalhe, na esmaltação ele exala um aroma bem forte, que incomoda quem estiver perto, mas depois não se sente mais nada. Achei este vidro no tom do esmalte bem legal. Depois passei no anelar e mindinho uma camada do Havaí, esmalte com partículas de glitter holográfico, da coleção Flávia Alessandra by Mohda Cosméticos.



Vi várias fotos dele por ai com uma tonalidade totalmente diferente do real, que é este tom aqui.






Fico por aqui, um grande beijo


Mony


terça-feira, 11 de julho de 2017

Quero ler em...julho

Olá pessoal!  Tudo bem? Finalmente a reforma do banheiro terminou, demorou muito...levando-se em conta que os azulejos novos foram colados em cima dos antigos, mas fazer o que? Agora é a fase de arrumar a bagunça. Chega de caos! E dentro em breve o meu "home office" ficará pronto. Mas isto é assunto para uma outra hora, agora vamos a lista de selecionados para este mês, "antes tarde do que nunca", no meu caso, bem tarde...



O Ceifador - Scythe - Vol. 1 de Neal Shusterman

A humanidade venceu todas as barreiras: fome, doenças, guerras, miséria… Até mesmo a morte. Agora os ceifadores são os únicos que podem pôr fim a uma vida, impedindo que o crescimento populacional vá além do limite e a Terra deixe de comportar a população por toda a eternidade.


Citra e Rowan são adolescentes escolhidos como aprendizes de ceifador — um papel que nenhum dos dois quer desempenhar. Para receberem o anel e o manto da Ceifa, os adolescentes precisam dominar a “arte” da coleta, ou seja, precisam aprender a matar. Porém, se falharem em sua missão — ou se a cumplicidade no treinamento se tornar algo mais —, podem colocar a própria vida em risco. 

 




 

A Grande Ilusão de Harlan Coben

 

Maya Stern é uma ex-piloto de operações especiais que voltou recentemente da guerra. Um dia, ela vê uma imagem impensável capturada pela câmera escondida em sua casa: a filha de 2 anos brincando com Joe, seu falecido marido, brutalmente assassinado duas semanas antes. Tentando manter a sanidade, Maya começa a investigar, mas todas as descobertas só levantam mais dúvidas. Conforme os dias passam, ela percebe que não sabe mais em quem confiar, até que se vê diante da mais importante pergunta: é possível acreditar em tudo o que vemos com os próprios olhos, mesmo quando é algo que desejamos desesperadamente? Para encontrar a resposta, Maya precisará lidar com os segredos profundos e as mentiras de seu passado antes de encarar a inacreditável verdade sobre seu marido – e sobre si mesma.







A Distância Que Nos Separa de Kasie West

 

Perfeita para fãs de chick lit realista, esta história de Cinderela é fofa e esperançosa. Caymen Meyers aprendeu desde cedo a não confiar nos ricos. E, depois de anos observando-os, ela tem certeza de que eles são bons em apenas uma coisa: gastar dinheiro em inutilidades, como as bonecas de porcelana da loja de sua mãe. Assim, quando Xander Spence entra na loja, basta um único olhar para Caymen perceber que ele tem muita grana. Apesar de ele ser um fofo e entendê-la como ninguém, Caymen é esperta e sabe que o interesse de Xander não vai durar. Porque, se tem algo que ela aprendeu com a mãe, é que caras ricos vão inevitavelmente partir o seu coração. Mason, o cantor de rock tatuado — e classe média —, tem muito mais a ver com ela, certo? Então por que ela não consegue tirar Xander da cabeça? Quando a amizade e a lealdade de Xander estão prestes a convencer Caymen de que ser rico não é uma falha de caráter, ela descobre que o dinheiro tem um papel muito maior no relacionamento dos dois do que ela poderia imaginar. Será que Caymen vai arriscar ter o coração partido para encontrar o seu verdadeiro amor?

 





Mil Beijos de Garoto de Tillie Cole

 

Um beijo dura um instante. Mas mil beijos podem durar uma vida inteira. Um garoto. Uma garota. Um vínculo que é definido num momento e se prolonga por uma década. Um vínculo que nem o tempo nem a distância podem romper. Um vínculo que vai durar para sempre. Ao menos era o que eles imaginavam. Quando, aos dezessete anos, Rune Kristiansen retorna da Noruega para o lugar onde passou a infância – a cidade americana de Blossom Grove, na Geórgia –, ele só tem uma coisa em mente: reencontrar Poppy Litchfield, a garota que era sua cara-metade e que tinha prometido esperar fielmente por seu retorno. E ele quer descobrir por que, nos dois anos em que esteve fora, ela o deletou de sua vida sem dar nenhuma explicação. Este romance, finalista do Goodreads Choice Awards 2016, marca a estreia da adorada escritora Tillie Cole na ficção young adult. É também seu primeiro livro publicado no Brasil. 

 




E vocês já leram algum destes livros, o que acharam?  

 

Ainda estou lendo os dois primeiros livros, e gostando muito. O problema é que nem sempre consigo focar nas leituras do mês, acabo ficando de olho em outros livros, e muitas vezes acabo me dedicando a leitura destes outros...mas comigo é assim... sem obrigações. Ah, deixa eu contar uma novidade...hoje fiz a assinatura promocional de três meses por R$1,99 do Kindle Unlimited, eu já tenho o aplicativo, Kindle, no meu IPad, no computador, celular...é muito prático! E vou experimentar por este meses e ver se para mim vale a pena. O bom é poder conhecer autores novos, principalmente nacionais. Aliás o site está cheio de promoções.

  Eu não ganho nada com a divulgação, sou uma leitora que todo dia acessa o site atrás de e-books gratuitos e  interessantes, alimento minha lista de desejos, e aproveito as promoções. 







Bjos,

Mony